Logo Web Radio Água

Você está aqui:Início/CONTEÚDOS/ÁGUA E CIÊNCIA/Sistema online é lançado para aperfeiçoamento do Plantio Direto

ÁGUA E CIÊNCIA

Sex, 22 de Maio de 2015 16:36

Sistema online é lançado para aperfeiçoamento do Plantio Direto

Escrito por  Vacy Alvaro
Rafael Gonzalez, gerente do Centro Internacional de Hidroinformática (CIH), apresentou a plataforma durante a 4ª Reunião Paranaense de Ciência do Solo Rafael Gonzalez, gerente do Centro Internacional de Hidroinformática (CIH), apresentou a plataforma durante a 4ª Reunião Paranaense de Ciência do Solo

Uma ferramenta online desenvolvida pelo Centro Internacional de Hidroinformática (CIH) – localizado no Parque Tecnológico Itaipu (PTI) – pode se tornar uma grande aliada no desenvolvimento do plantio direto na palha a nível nacional. A técnica agrícola, que surgiu no Paraná na década de 1970, é um dos pilares para a conservação do solo. 

A Plataforma Web – Sistema Plantio Direto foi lançada oficialmente nesta quarta-feira (20) durante a 4ª Reunião Paranaense de Ciência do Solo, em Cascavel. O produto integra um convênio firmado entre a Itaipu Binacional, a Federação Brasileira de Plantio Direto e Irrigação (FEBRAPDP) e a Fundação Parque Tecnológico Itaipu. 

Com o sistema, é possível calcular o Índice de Qualidade do Plantio (IQP) de cada propriedade rural registrada, com base em um cadastro e parâmetros de qualidade de manejo do solo. Um dos destaques é a visualização geográfica das informações em um mapa interativo.  

De acordo com o gerente do Centro Internacional de Hidroinformática (CIH), Rafael Gonzalez, a plataforma é um meio importante para gerenciar dados e informações coletadas em campo.

“O sistema é um meio para conseguirmos gerenciar os dados e as informações que vem de campo, das coletas de dados em propriedades rurais, especialmente aplicados à conservação de solos, no contexto de plantio direto, mas o que fortalece essa ferramenta é que tem a possibilidade de administrarmos essas informações pela Internet, gerenciados absolutamente a distância, porque esses dados são mantidos em servidores e bancos de dados existentes no Centro Internacional de Hidroinformática (CIH) e esse é o serviço que nós propomos a desenvolver: uma ferramenta com estrutura para receber esses dados, poder ter uma segurança sobre esses dados (está armazenado num lugar seguro) e ao mesmo tempo prover essa informação para quem precisa de maneira correta e transparente. O desenvolvimento da ferramenta é muito importante porque nos permite entender o processo de conservação de solos e elaborar uma metodologia – que foi o índice de qualidade participativo – e aplicar essa metodologia em uma tecnologia”. 


Plataforma pode ser acessada no endereço www.plantiodireto.org.

Durante o evento, o consultor da Diretoria-Geral Brasileira da Itaipu Binacional, João José Passini, destacou a importância da tecnologia para o aperfeiçoamento da técnica agrícola, que é apoiada e divulgada pela hidrelétrica desde 1997:

“O Plantio Direto é uma das principais práticas de conservação do solo e da água. Então, além de trabalharmos com alguns organismos como o IAPAR e a Federação Brasileira de Plantio Direto na Palha para o desenvolvimento tecnológico do sistema, recentemente tivemos a preocupação de ver que esse sistema tem que ter qualidade. Não pode ser feito de qualquer jeito. Fazer plantio direto não significa simplesmente não revolver mais o solo, tem que fazer cobertura de solo, rotação de culturas, um plantio correto e, por isso, que em discussão com a Federação se criou um Índice de Qualidade do Plantio Direto. O CIH – que é um grande parceiro - desenvolveu toda a plataforma online para que todos possam acessar. É um grande avanço porque serve tanto para agricultores, como técnicos extensionistas, verifiquem como está o processo de plantio direto naquela propriedade e o que pode fazer para melhorar aquele sistema”. 

A Plataforma foi lançada justamente em 2015 - ano decretado pela Organização das Nações Unidas (ONU) como Ano Internacional dos Solos – e representa um bom momento para ampliar as discussões sobre questões relacionadas ao solo, conforme lembrou o coordenador da unidade de projetos da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) na Região Sul, Carlos Biasi. 

“É uma oportunidade para que se amplie a discussão sobre as questões do solo, não só aqui no Paraná, mas em todo o País e em todo o mundo. Os solos da região Sul do Brasil apresentam diversos problemas. Há um esforço dos pesquisadores, estudiosos e extensionistas no sentido de buscar encontrar soluções, reverter o quadro erosivo dos nossos solos, aumentar a fertilidade em algumas regiões para que possamos atingir efetivamente o nosso objetivo que é produzir alimentos com segurança”.

As informações relacionadas à plataforma e formas de acesso estão disponíveis no endereço www.plantiodireto.org

Última modificação feita em Seg, 25 de Maio de 2015 12:10
Avalie este artigo
(0 votos)
Vacy Alvaro

Vacy Alvaro

Jornalista/Fundação Parque Tecnológico Itaipu

Redes Sociais

  • Facebook: webradioagua
  • Linked In: webradioagua
  • Orkut: 15823632741848208134
  • Twitter: webradioagua
  • YouTube: webradioagua

Centro Internacional de Hidroinformática | Parque Tecnológico Itaipu
Av. Presidente Tancredo Neves, 6731 | CEP 85.867-900
Foz do Iguaçu | Paraná | Brasil
+55 45 3576-7038

 

2019 • Todos os Direitos Reservados