Logo Web Radio Água

Você está aqui:Início/CONTEÚDOS/ÁGUA E CIÊNCIA/Painéis fotovoltaicos poderão ter produção compartilhada entre Brasil e Paraguai

ÁGUA E CIÊNCIA

Ter, 20 de Outubro de 2015 08:20

Painéis fotovoltaicos poderão ter produção compartilhada entre Brasil e Paraguai

Escrito por  Vacy Alvaro

Em breve, Brasil e Paraguai poderão instalar uma grande indústria compartilhada para a produção de painéis fotovoltaicos. O empreendimento faz parte do projeto Green Silicon (ou Silício Verde), desenvolvido por meio de uma parceria entre Itaipu Binacional, Parque Tecnológico Itaipu (PTI) e Federação das Indústrias do Paraná (FIEP). 

Do quartzo, a matéria-prima principal, até a produção final dos painéis, a implantação de toda uma cadeia produtiva está prevista no projeto, que foi apresentado durante o 2º Seminário Energias Renováveis como Vetor de Desenvolvimento do Oeste do Paraná, que está sendo realizado em Foz do Iguaçu. 

De acordo com o engenheiro eletricista da Assessoria de Energias Renováveis da Itaipu, Maycon Vendrame, o projeto está atualmente na fase de estudo de viabilidade. Ele destaca os benefícios que a iniciativa pode trazer para a região: 

“O Projeto Green Silicon é uma forma de trazer toda a cadeia de produção dos painéis solares - que hoje acontece principalmente na China, Alemanha e Estados Unidos -  para o Brasil, tendo em vista que a matéria-prima para o desenvolvimento desses módulos é proveniente do próprio Brasil, que é o quartzo e o silício grau metalúrgico. Então basicamente a ideia do projeto é que essa cadeia e esse valor agregado seja todo desenvolvido no Brasil e no Paraguai, na região da Tríplice Fronteira. A questão econômica vai trazer uma nova fonte de energia para ser desenvolvida na região (apesar da matriz elétrica brasileira já ser bastante renovável) e também vai ter toda uma logística, não só do silício da produção, mas também outros materiais que fazem parte dessa indústria (que é o carvão vegetal, o vidro, o plástico), tudo isso vai movimentar a região, seja industrialmente, seja no desenvolvimento de estudos, seja nas novas culturas (como a da madeira, que hoje é pouco explorada). Ambientalmente tem o ganho de ser uma energia renovável produzida com energia renovável”. 

O 2º Seminário Energias Renováveis como Vetor de Desenvolvimento do Oeste do Paraná é promovido pelo Programa Oeste em Desenvolvimento e tem como objetivo principal estimular o uso de energias renováveis em propriedades rurais da região.  


Última modificação feita em Ter, 20 de Outubro de 2015 08:28
Avalie este artigo
(0 votos)
Vacy Alvaro

Vacy Alvaro

Jornalista/Fundação Parque Tecnológico Itaipu

Redes Sociais

  • Facebook: webradioagua
  • Linked In: webradioagua
  • Orkut: 15823632741848208134
  • Twitter: webradioagua
  • YouTube: webradioagua

Centro Internacional de Hidroinformática | Parque Tecnológico Itaipu
Av. Presidente Tancredo Neves, 6731 | CEP 85.867-900
Foz do Iguaçu | Paraná | Brasil
+55 45 3576-7038

 

2020 • Todos os Direitos Reservados