Logo Web Radio Água

Você está aqui:Início/CONTEÚDOS/ÁGUA E CIÊNCIA/CIH promove seminário internacional com foco no nexo Água, Energia e Alimentos

ÁGUA E CIÊNCIA

Qua, 18 de Maio de 2016 12:03

CIH promove seminário internacional com foco no nexo Água, Energia e Alimentos

Escrito por  Vacy Alvaro
A programação do Seminário encerra na quinta-feira (19) com a realização de dois eventos paralelos. Foto: Jean Pavão A programação do Seminário encerra na quinta-feira (19) com a realização de dois eventos paralelos. Foto: Jean Pavão

Com o objetivo de promover o compartilhamento de conhecimentos e experiências sobre mudanças globais e seus impactos sobre os recursos naturais, o Seminário sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento (com foco nos temas Água, Energia e Alimentos) está sendo realizado no Parque Tecnológico Itaipu (PTI).

O evento é promovido pela Fundação PTI - por meio do Centro Internacional de Hidroinformática (CIH) - e pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), com apoio da Itaipu Binacional, do Programa Hidrológico Internacional da Unesco (PHI-Unesco) e da Universidade do Arizona. 

Durante a abertura do evento, o secretário do Programa Hidrológico Internacional (PHI) da Unesco, Miguel Dória, ressaltou a importância da preservação dos recursos naturais, sobretudo neste ano em que a Organização das Nações Unidas elencou a relação “Água e Empregos” como tema das ações do Dia Mundial da Água. 

“Quase 80% dos trabalhos de uma forma ou outra tem relação com recursos hídricos. E nada melhor do que o caso da Itaipu para demonstrar a relação profunda entre a água e o melhor desenvolvimento sustentável a nível nacional, binacional, regional ou internacional. Este é um tema que nos afeta em todos os níveis”. 


Dória: "N
ada melhor do que o caso da Itaipu para demonstrar a relação profunda entre a água e o melhor desenvolvimento sustentável". Foto: Jean Pavão

Já o coordenador do Centro Internacional de Hidroinformática (CIH) pela Itaipu, Moises Agustin Ayala, explicou que a ideia do seminário é fomentar uma sinergia entre estudo e pesquisa.

“As portas de nossa instituição estão abertas para todos no âmbito de desenvolvimento e da busca pelo conhecimento. Convido a todos que participem das discussões que serão levantadas neste seminário e se tornem atores decisivos nas realidades atuais em prol de uma gestão dos recursos hídricos eficiente e sustentável”.

A coordenadora do Núcleo de Pesquisa em Tecnologia e Energias Renováveis da Universidade Federal do Paraná (UFPR) e representante da Cátedra UNESCO Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Sigrid Andersen, destacou as atividades desenvolvidas por meio do convênio existente entre a universidade e a Itaipu.

“Dentro desse nosso acordo de cooperação, durante esses três anos, nós desenvolvemos várias atividades e foi muito importante o que construímos ao longo desse tempo. Foram visitas técnicas, seminários de integração institucional, inclusive trazendo alunos da Engenharia Ambiental que ficavam absolutamente encantados com o que era desenvolvido no âmbito de Itaipu, e que ao mesmo tempo dava um significado daqueles conhecimentos que eram obtidos teoricamente em sala de aula e que poderiam ver e dar um significado naqueles conhecimentos que a universidade proporcionava. Então espero que possamos constituir um grupo cada vez maior, pensando novos projetos, novas possibilidades de podermos continuar esse trabalho, o estendendo e o ampliando com a Itaipu Binacional”. 

O diretor-geral brasileiro da Itaipu Binacional, Jorge Samek, lembrou do processo de implementação e evolução do Centro Internacional de Hidroinformática (CIH), chancelado como categoria 2 da UNESCO:

“Nós tivemos, quando ampliamos a missão de Itaipu, a preocupação em fazer as coisas cada vez mais corretas no que tange à utilização da água. E quando fomos verificar quem mais detinha conhecimento e acumulava experiências exitosas realizadas no mundo inteiro era a UNESCO e fomos nos espelhando no sentido que pudéssemos adotar as melhores práticas. Quando começamos a fazer a recuperação das primeiras nascentes e microbacias, a ampliação da mata ciliar, o trabalho adequado do ponto de vista de fazer terraceamento, não permitir que tivesse erosão, a UNESCO começou a dizer 'meu Deus, vocês estão colocando na prática tudo o que temos espalhado. Tem uma boa experiência aqui, outra na Ásia, outra na Europa, mas no conjunto de ter tudo isso atuando de forma sistêmica, vocês estão tendo uma boa experiência'. Aí começamos a trabalhar no sentido de trazermos e podermos ter aqui uma sede do Centro de Hidroinformática. Isso evoluiu, implantamos e agora estamos aumentando uma escala, indo para centro de categoria 2. Na fase intermediária daqueles que mais detém conhecimento do uso adequado da água, dos recursos naturais, da produção de energia, desse nexo Água, Energia e Alimentos, e é motivo de muita satisfação poder, de tempos em tempos, estar aqui atualizando os nossos conhecimentos, recebendo essas autoridades reconhecidas mundialmente nessa temática”. 


Samek: "Quando ampliamos a missão de Itaipu, tivemos a preocupação em fazer as coisas cada vez mais corretas no que tange à utilização da água". Foto: Jean Pavão

Já o diretor-superintendente da Fundação Parque Tecnológico Itaipu (PTI), Juan Carlos Sotuyo, destacou que o PTI é um ambiente propício para o desenvolvimento de diversas atividades: 

“(É um lugar) que se congrega inteligência, empresas, órgãos da iniciativa privada, universidades, discutindo o processo de cuidado com o meio ambiente e desenvolvimento sustentável de nosso planeta”. 

Até quarta-feira (18), durante o seminário serão promovidas oito sessões, em que serão apresentados estudos, projetos e práticas que envolvam os temas centrais, incentivando a formação de uma comunidade técnica e científica em busca de soluções sustentáveis.

A programação do Seminário encerra na quinta-feira (19) com a realização de dois eventos paralelos – um curso sobre o Sistema de Informações Geográficas para a Gestão de Recursos Hídricos e visitas a duas unidades de produção de biogás: a Granja Haacke, localizada em Santa Helena, e o Condomínio Ajuricaba, em Marechal Cândido Rondon. 

Última modificação feita em Qua, 18 de Maio de 2016 13:53
Avalie este artigo
(0 votos)
Vacy Alvaro

Vacy Alvaro

Jornalista/Fundação Parque Tecnológico Itaipu

Redes Sociais

  • Facebook: webradioagua
  • Linked In: webradioagua
  • Orkut: 15823632741848208134
  • Twitter: webradioagua
  • YouTube: webradioagua

Centro Internacional de Hidroinformática | Parque Tecnológico Itaipu
Av. Presidente Tancredo Neves, 6731 | CEP 85.867-900
Foz do Iguaçu | Paraná | Brasil
+55 45 3576-7038

 

2019 • Todos os Direitos Reservados