Logo Web Radio Água

Você está aqui:Início/CONTEÚDOS/ÁGUA E CIÊNCIA/Integração de pesquisadores favorece avanço de estudos na área de recursos hídricos, avalia coordenadora pela UFPE

ÁGUA E CIÊNCIA

Qua, 29 de Junho de 2016 09:48

Integração de pesquisadores favorece avanço de estudos na área de recursos hídricos, avalia coordenadora pela UFPE

Escrito por  Web Rádio Água

A Web Rádio Água e o Podcast Unesp - projeto desenvolvido pela Assessoria de Comunicação e Imprensa da Universidade Estadual Paulista (Unesp) - mantém uma parceria para intercâmbio de conteúdos.

O ProfÁgua – Mestrado Profissional em rede nacional em gestão e regulação de recursos hídricos - é um curso a ser realizado por uma rede de universidades públicas de todas as regiões do Brasil. A pós-graduação vai proporcionar formação teórica e prática em áreas como Engenharia, Geografia e Ciências Sociais. 

O objetivo é aprimorar as competências de profissionais e pesquisadores integrando e gerando conhecimento sobre a temática. Suzana Maria Gico Montenegro, coordenadora pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), avalia o Programa:

“O curso é a uma inovação na área de recursos hídricos. Existem vários programas de pós-graduação, mas os programas convencionais, que são programas acadêmicos, então acho que temos poucas iniciativas de mestrado profissional. Mestrado em rede, de fato, é a primeira iniciativa. Participar de uma iniciativa em rede, em ponto de vista de recursos hídricos, é extremamente proveitoso. Tende a produzir um ambiente, uma sinergia em que a gente avança muito mais, porque um escuta a experiência do outro e vamos avançando junto. Eu vejo como uma experiência de fato inovadora e com grande potencial para a área profissional de recursos hídricos. Nós podemos trabalhar com pesquisas básicas, como qualquer área de recursos hídricos. Em vista de pesquisas aplicadas, nós temos um instrumento federativo, uma lei nacional, que de certa forma uniformiza os procedimentos, pelo menos de maneira macro para todos os estados. Só que na verdade cada estado foi avançando de maneira muito particular por conta de dinâmicas, questões politicas, questões técnicas. Eu acho que esse curso deve proporcionar avanços mais sistêmicos para que avançarmos de maneira mais conjunta”. 

A coordenadora destaca os enfoques do curso na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE):

“Nesse primeiro momento, vamos trabalhar, além dos profissionais de Engenharia que já tínhamos no nosso núcleo de pós-graduação, teremos um profissional de Agronomia, que esta ligado à área de Educação, então já é um diferencial. Teremos também um profissional na área de administração. Isso tende a puxar um pouco pra essa área não ficar só na questão da Engenharia. E temos um profissional engenheiro que atuará com a questão de recursos hídricos ligados à irrigação. Quando a gente puxa essa questão para área agrícola estamos valorizando o setor. As cidades são importantes, temos vários problemas nas cidades, mas o campo também precisa de atenção especial”. 

Última modificação feita em Qua, 29 de Junho de 2016 10:08
Avalie este artigo
(0 votos)

Redes Sociais

  • Facebook: webradioagua
  • Linked In: webradioagua
  • Orkut: 15823632741848208134
  • Twitter: webradioagua
  • YouTube: webradioagua

Centro Internacional de Hidroinformática | Parque Tecnológico Itaipu
Av. Presidente Tancredo Neves, 6731 | CEP 85.867-900
Foz do Iguaçu | Paraná | Brasil
+55 45 3576-7038

 

2020 • Todos os Direitos Reservados