Logo Web Radio Água

Você está aqui:Início/BLOGS/Energia automotiva
Sáb, 26 de Fevereiro de 2011 15:31

Energia automotiva

Escrito por  Beloni Celso

                                                       

O Metano ( CH4) com alto poder combustível é resultante do Biogás filtrado, que em termos de combustível automotivo se comporta como o GNV (Gás Natural Veicular). Veículos de passeio ou de carga podem utilizá-lo quando adaptados com as mesmas tecnologias de conversão de motores a GNV. Esta pode se configurar em uma alternativa importante quando o Biogás é produzido pela mesma cadeia de suprimentos que o utilizará, pela autonomia combustível e pela redução de custos que isto representa. Uma linha de coleta diária de leite, por exemplo, ou uma linha de distribuição de rações, outro exemplo.

Pela filtragem separa-se o Metano (CH4) do gás Carbônico (CO2), que funciona como anti-chama, ou não combustível. É separado também o gás Sulfídrico (H2S) que é corrosivo e mesmo em pequenas quantidades produz a corrosão de peças essenciais dos motores. O Material Particulado, ou pó, também é removido na filtragem. Assim, obtém-se o gás Metano com alto teor de pureza, aumentando ao máximo o seu poder calorífico e consequentemente, aumentando sua eficiência e possibilidades de aplicação.

Conforme citado anteriormente, o poder calorífico do biogás varia de 5.000 a 7.000 kcal/m3. Quando comparado ao potencial calorífico da gasolina, chegamos a um fator de equivalência energética de 0,60 litros de gasolina para cada m³ de biogás (considerando o menor potencial calorífico para o biogás: 5000 kcal/m³). Para o diesel este fator é de 0,55 litros de diesel para cada m³ de biogás, e para o gás natural o fator de equivalência energética é de 0,53 m³ de gás natural para cada m³ de biogás.  Quando se aplicam esses fatores aos dados de produção potencial de biogás no Brasil (Tabela 1) estima-se que se todo o biogás disponível fosse convertido em combustível para veículos, isso representaria em um ano cerca 5,15 bilhões de litros de gasolina, 4,72 bilhões de litros de diesel ou  4,5 bilhões de m³ de GNV.

Autor: Cícero Jayme Bley Jr.

Avalie este artigo
(0 votos)
Beloni Celso

Beloni Celso

Sou Bióloga/ Mestre em Engenharia Ambiental, docente Universitária e tutora em EAD. Acredito no desenvolvimento sustentável, voltado a uma economia que respeite os recursos naturais e que promova a igualdade social.

E-mail: Este endereço de e-mail está protegido contra SpamBots. Você precisa ter o JavaScript habilitado para vê-lo.

Redes Sociais

  • Facebook: webradioagua
  • Linked In: webradioagua
  • Orkut: 15823632741848208134
  • Twitter: webradioagua
  • YouTube: webradioagua

Centro Internacional de Hidroinformática | Parque Tecnológico Itaipu
Av. Presidente Tancredo Neves, 6731 | CEP 85.867-900
Foz do Iguaçu | Paraná | Brasil
+55 45 3576-7038

 

2019 • Todos os Direitos Reservados