Logo Web Radio Água

Você está aqui:Início/BLOGS/...tragédia, inércia e solidariedade.
Dom, 26 de Fevereiro de 2012 11:44

...tragédia, inércia e solidariedade. Destaque

Escrito por  Robson Carvalho Turcato
Brasiléia Brasiléia Agência de Notícias do Acre

Há poucas horas (escrevo às 23h), exatos momentos, existia um fato ocorrendo que envolvia tragédia, inércia e solidariedade.

Hoje (25/02) minha empregada – ou para os hipócritas do politicamente correto minha "secretaria do lar" - pediu meu apoio, para que eu a ajudasse a localizar sua familiar pela internet. Tenso, não?

Ontem, 24/02, pela Rede Globo (segundo ela), durante o JN foi passada uma reportagem sobre as cheias do Rio Acre e a devastação ocasionada na cidade de Brasiléia. Numa das cenas, pessoas apareciam agarradas às grades de suas casas - o que para desespero da Regiane, eram seus parentes. << Enchentes deixam 125 mil desabrigados no Acre >>

Pois bem, desde o dia 18/02 ela não conseguia mais falar com sua mãe. Os telefones de nenhum de seus familiares funcionavam. Acompanhava os jornais e sabia que as chuvas castigavam a região. E, para fechar a noite, viu aquelas terríveis cenas.

Ao retornar do trabalho pra casa hoje, no meio da tarde, ela fez o pedido. Bom, começamos a busca pela internet. O que eu não queria naquele momento era que o Google listasse as palavras “mortos, corpos e afins”. Ou pior... Manchetes sensacionalistas.

As chamadas enfatizavam os grandes números da capital Rio Branco, mas diziam que Brasiléia já começava a contabilizar os danos. Algumas reportagens mostravam pessoas limpando suas casas, comércios, ruas... << Depois da enchente Brasiléia começa a contabilizar danos >>

Como fazê-la compreender e acreditar? Se estava assim por que as imagens do JN da noite anterior eram diferentes? Este nem é o ponto e nem quero discutir isso aqui. O ponto era: localizar a família dela e termos notícias.

Desisti do Google e dos grandes portais de notícias e parti para o Facebook e para o Twitter.

Não irei aqui valorar os inertes, ok? Tampouco nomeá-los. Mas, meios de comunicação acreanos, agencias de notícias regionais e pessoas ligadas a áreas e até alguns civis cujo contato eu mesmo tentei diretamente, na busca de notícias locais, nem por estímulo consegui sacá-los da inércia. Lamentável.

A frase era muito simples. 140 caracteres era um fator limitante: “Sou do sul e busco notícias de parentes, vítimas das cheias. Tem 0800 do gov, ong ou outro nº em #Brasiléia? #ajuda” Neste aqui, sobram 25 caracteres.

Os meios de comunicação acreanos, as agencias de notícias regionais e pessoas ligadas a áreas estavam, quando recebiam meus recados, postando coisas sobre o tema que eu buscava auxílio. Por que o silêncio? Enfim...

Mas o silêncio foi rompido por cinco pessoas. Cinco pessoas dispostas a colaborarem com um cara, que se quer conheciam, cuja frase apenas dizia “Sou do sul e busco notícias de parentes, vítimas das cheias. Tem 0800 do gov, ong ou outro nº em #Brasiléia? #ajuda”.

Essas cinco pessoas, essas cinco aqui oh @tiao_viana, @andrekamai, @jacck13, @andreazilio, @NannySantana, são jornalistas, mãe, esposa, governador do estado do Acre e o Assessor do governo do estado.

Essas cinco pessoas me passaram informações como: “Passei seu TT para o @andrekamai (GOV) que está em Brasiléia e vai te passar informações, abcs”; “A Anatel informou que não tem previsão de quando a comunicação via internet, celular e telefone vai voltar. (cont)”; “Alguem de #AssisBrasi ou #Brasileia no TT pode nos informar se esta chovendo por aí?”; “Pfavor passe informações de Brasiléia p @birobson ele é um amigo do Sul e tem parentes, passei seu TT pra ele, obrigado kerido”; “Minha dica é você mandar um recado via rádio Difusora e acompanhar a rádio na web. O endereço é http://t.co/OXq8DRwz”; “Muita gente tem se comunicado c/ os familiares via rádio Difusora. O melhor pgm é o Gente em Debate, seg. a sex, às 10h (hora AC)”; “//Qual seu número que pedirei para ele ligar?”; “Me ligue no número que passei em DM, ou me envia seu contato. Tentaremos ajudar!”.

Isso aqui fez diferença para a Regiane. Ela viu pessoas que se importavam. Nisso ela acreditou. E cada vez que tínhamos notícias de melhoras no sinal de celular por lá, tentávamos novamente. Por volta das 20h eu postei “Não tenho conseguido contato com os celulares que tenho. Mesmo assim obrigado governador. Continuarei tentando.”

Era quase 21h... “@tiao_viana, @andrekamai, @jacck13, @andreazilio, @NannySantana, Por DEUS, Notícias #Brasiléia Estão todos bem. Conseguimos contato. Obrigado!” A Regiane conseguiu falar com o pessoal em Brasiléia. Todos estão bem, a casa está em pé, falta somente limpar e recomeçar a vida. Aqui eu chorei.

Na verdade estou com os olhos mareados desde que iniciei este post. Quando você presencia pessoas “comuns”, que não tem nenhuma obrigação contigo, sequer ligações no contexto social, contigüidade física ou outra conexão, somado à outras com preocupações muito maiores, de esferas políticas estaduais, envolvendo agrupamentos inteiros, terem as mesmas atitudes: se prontificarem a ajudar, não ignorar um TT numa avalanche de informações, e se prontificarem a disponibilizar seus nº de celulares para receberem ligações nossas e nos ligarem, para nos informar dos fatos, isso é...

Obrigado aos cinco, @tiao_viana, @andrekamai, @jacck13, @andreazilio, @NannySantana, mais uma vez.

E, se posso deixar um #ficaadica, sei que há pessoas vis, levianas, inertes e “n” outros adjetivos, mas não seja você (leitor) um deles também. Prefira ser um dos cinco – é só uma dica. Quando alguém pede uma informação, uma ajuda, pode sim ser só sacanagem (e pode mesmo, fique esperto com isso), mas também pode ser alguém que está desesperado por informações.

>>>

O Banco do Brasil no Acre e a Caixa Econômica Federal abriram conta corrente para receber depósitos, que beneficiarão os desabrigados pelas alagações em todo o estado.

Para doações em específico para Brasiléia: Banco do Brasil, Ag. 1662-4 C/C 1000-6 SOS ENCHENTE BRASILÉIA.

Para todo o estado tem essas duas...
Banco do Brasil
Agência: 0071-X
Conta corrente: 100.000-4
CNPJ: 14.346.589/0001-99

Caixa Econômica Federal
Agência: 3320 – Estação Experimental
Operação: 006
Conta: 71-7
CGC: 63.608.947/0002-80
Nome: Coordenação Estadual Defesa Civil

Última modificação feita em Dom, 26 de Fevereiro de 2012 15:30
Avalie este artigo
(0 votos)
Robson Carvalho Turcato

Robson Carvalho Turcato

Relações Públicas
Centro Internacional de Hidroinformática (CIH | UNESCO)
Projeto Web Rádio Água << www.webradioagua.org >>
Parque Tecnológico Itaipu

Colaborador do blog Ser.RP << www.serrp.blogspot.com >>

Twitter: @birobson
Facebook: http://www.facebook.com/robsoncarvalhoturcato
Blog Ser.RP: http://www.serrp.blogspot.com
LinkedIn: http://br.linkedin.com/in/robsonct/

Website: br.linkedin.com/in/robsonct E-mail: Este endereço de e-mail está protegido contra SpamBots. Você precisa ter o JavaScript habilitado para vê-lo.

Redes Sociais

  • Facebook: webradioagua
  • Linked In: webradioagua
  • Orkut: 15823632741848208134
  • Twitter: webradioagua
  • YouTube: webradioagua

Centro Internacional de Hidroinformática | Parque Tecnológico Itaipu
Av. Presidente Tancredo Neves, 6731 | CEP 85.867-900
Foz do Iguaçu | Paraná | Brasil
+55 45 3576-7038

 

2019 • Todos os Direitos Reservados