Logo Web Radio Água

Você está aqui:Início/CONTEÚDOS/MUNDO ÁGUA/Pesquisadora da Unesp inicia sistema inédito de captação de chuvas em paredes de edifícios

MUNDO ÁGUA

Sex, 11 de Dezembro de 2015 07:56

Pesquisadora da Unesp inicia sistema inédito de captação de chuvas em paredes de edifícios

Escrito por  João Mota

Alunos e professores da UNESP tiveram projetos aprovados para a apresentação do 21º Simpósio da Associação Brasileira de Recursos Hídricos, realizado em Brasília entre os dias 22 e 27 de novembro. O evento é o  principal do gênero no país e teve como tema este ano 'Segurança Hídrica e Desenvolvimento Sustentável: Desafios do conhecimento e da gestão'. Conversamos durante o encontro com Thaís Tineli Marangoni, mestrando em Recursos Hídricos da UNESP em Ilha Solteira que adiantou pontos do seu projeto inédito que enfocam sistemas de captação de chuvas em paredes de edifícios:

“O objetivo do projeto é captar água de chuva em edifícios. Na verdade, o primeiro pensamento dele é captar água de chuva em paredes. Hoje existe a capacitação de água em telhados, mas a qualidade dessa água é muito pior de a água captada em paredes. Já existe a captação de água em telhado, mas a qualidade dessa água é pior do que a qualidade da água captada em paredes. Porque você tem a poluição difusa, a poluição que fica no telhado. Em algumas pesquisas que eu realizei a gente consegue verificar que a poluição difusa ela se encontra em até um metro de altura da parede, depois ela é muita diminuída. Então, se você pega paredes de grandes edifícios, a poluição ali é bem menor.  Além que em cidades grandes como São Paulo e Rio de Janeiro, que tem muitos prédios  e a área de telhados é bem menor do que as áreas de paredes.” 

A pesquisadora ainda desconhece os desafios do sistema:

“Nós sabemos ainda qual será o sistema que a gente vai empregar. O objetivo é desenvolver um sistema que seja eficiente pra isso. Principalmente porque as chuvas são sempre dotadas de vento e essa água é jogada contra as paredes dos edifícios. Então devemos criar um sistema que não sabemos como ainda, que é o objetivo da pesquisa na capacitação de água.”

Thaís destaca a originalidade da pesquisa:

“Fiz uma busca e até hoje é ainda não encontrei nenhum trabalho que fizesse isso. Não temos nem noção da quantidade que vamos conseguir, mas é uma a suspeita que a quantidade seja razoável. Pelo menos maior que a quantidade em termos de metros quadrados mais ou menos igual a do telhado. E como a área é maior é possível captar uma maior quantidade água.” 

Renato Coelho para o podcast UNESP. 

*A Web Rádio Água e o Podcast Unesp - projeto desenvolvido pela Assessoria de Comunicação e Imprensa da Universidade Estadual Paulista (Unesp) - mantém uma parceria para intercâmbio de conteúdos.


Avalie este artigo
(0 votos)

Redes Sociais

  • Facebook: webradioagua
  • Linked In: webradioagua
  • Orkut: 15823632741848208134
  • Twitter: webradioagua
  • YouTube: webradioagua

Centro Internacional de Hidroinformática | Parque Tecnológico Itaipu
Av. Presidente Tancredo Neves, 6731 | CEP 85.867-900
Foz do Iguaçu | Paraná | Brasil
+55 45 3576-7038

 

2019 • Todos os Direitos Reservados