Logo Web Radio Água

Você está aqui:Início/CONTEÚDOS/MUNDO ÁGUA/Centro de Saberes/Portal Atlas mapeará todo o Brasil a partir deste ano

MUNDO ÁGUA

Qua, 10 de Novembro de 2010 11:38

Portal Atlas mapeará todo o Brasil a partir deste ano

Escrito por  Willbur Souza

O portal Atlas do Abastecimento de Água da Agência Nacional de Águas do Governo Federal está em fase final de implantação. Criado para oferecer diagnósticos das condições das águas nos municípios brasileiros, o projeto será concluído no final de 2010, e passará a abranger todo o território nacional. Atualmente, o projeto inclui o Atlas Nordeste, o Atlas Sul e o Atlas das Regiões Metropolitanas, totalizando mais de 2.965 cidades, e suas respectivas bacias hidrográficas, distribuídas em todo o Brasil.

 

A metologia do portal busca identificar as principais alternativas técnicas, tanto para mananciais quanto para sistemas de produção de água, e também as ações de gestão que garantam o atendimento das demandas para abastecimento humano entre 2015 e 2025. Além disso, o projeto inclui ações de tratamento de esgotos necessárias para a proteção ou recuperação da qualidade da água no município.

 

Criado de forma participativa com os governos estaduais e municipais, o Atlas traça diagnósticos e planejamentos nas áreas de recursos hídricos e saneamento no Brasil, com foco na garantia da oferta de água para o abastecimento das sedes urbanas em todo o País. A ideia do portal é ser uma ferramenta mais ampla de planejamento e formulação de políticas públicas, possibilitando a criação de alternativas técnicas para atender as atuais e futuras demandas de água das populações analisadas, como por exemplo obras e ações de gestão para o atendimento das demandas até 2025.

 

Com o Atlas implantado, alguns resultados já puderam ser obtidos, como por exemplo, na região do semi-árido predominam o abastecimento por açudes e sistemas integrados, enquanto na região sul e no litoral nordestino são mais freqüentes sistemas isolados com captações em rios perenes e poços. Já nas regiões metropolitanas, os sistemas de produção são mais complexos e interligados, com quase 2/3 das captações estão associadas a mananciais superficiais. Além disso, resultados por estados, com dados como síntese de investimentos, planejamento e a situação atual em relação a proteção ou da qualidade da água no município também pode ser visualizada.

 

No entanto, de acordo com a própria Agência Naciona de Águas, para que o Atlas se efetive como uma ferramenta de apoio neste cenário, é necessários criar estruturas participativas para que o portal permaneça sempre atualizado. A ideia é criarum Colegiado de Atualização disposto a formalizar a atuação dos diversos parceiros institucionais que colaboraram na construção dos estudos, principalmente as entidades municipais e estaduais responsáveis pela prestação de serviços de saneamento e órgãos de gestão dos recursos hídricos.

 

Última modificação feita em Qui, 23 de Fevereiro de 2012 09:31
Avalie este artigo
(0 votos)

Redes Sociais

  • Facebook: webradioagua
  • Linked In: webradioagua
  • Orkut: 15823632741848208134
  • Twitter: webradioagua
  • YouTube: webradioagua

Centro Internacional de Hidroinformática | Parque Tecnológico Itaipu
Av. Presidente Tancredo Neves, 6731 | CEP 85.867-900
Foz do Iguaçu | Paraná | Brasil
+55 45 3576-7038

 

2019 • Todos os Direitos Reservados